Seomara da Costa Primo

Comenta, Critica, Sugere...

terça-feira, 23 de Outubro de 2007

Sociologia e Sociologias Especializadas.

SOCIOLOGIA:
Etimologicamente formada por um vocábulo latino (socios) e outro grego (logos), a palavra sociologia significa tratado do companheiro ou, mais amplamente, da inter-relação social. A Sociologia, descrita inicialmente como Física Social, acaba por tornar-se uma Ciência autónoma, com um objecto e um método próprios, sobretudo com os trabalhos de Auguste Comte e Émile Durkheim. O objecto da Sociologia é a actividade humana enquanto jogo de interacções entre os actores sociais.
A Sociologia é uma Ciência Social que tem como objecto de estudo científico as relações sociais, as formas de associação, destacando-se os aspectos gerais comuns a todas as classes de fenómenos sociais, fenómenos que se produzem nas relações de grupos entre seres humanos. Estuda o homem e o meio humano nas suas interacções recíprocas. A Sociologia não é normativa, nem emite juízos de valor sobre os tipos de associação e relãcções estudadas, pois baseia-se em estudos ojectivos que melhor podem revelar a verdadeira natureza dos fenómenos sociais. A Sociologia corresponde ao estudo e conhecimento objectivo da realidade social.
Exemplos: formação e desintegração de grupos; divisão das sociedades em camadas ou castas; mobilidade de indivíduos e grupos nas camadas sociais; processos de cooperação e competição...
SOCIOLOGIAS ESPECIALIZADAS – têm como objecto de estudo categorias específicas dos fenómenos sociais; não correspondem a verdadeiras divisões da Sociologia, antes são contextualizadas teórica e metodologicamente pela Sociologia Geral. Ex. Sociologia da Família, Sociologia da Educação, Sociologia do Trabalho, etc.
____________________________________

Identificar várias sociologias especializadas:

A Sociologia Criminal – ocupa-se dos aspectos da vida social que têm a ver com a delinquência ou prática de crimes,
A Sociologia da Família – estuda a origem, evolução e as diferentes formas de relação entre os membros da família nas diferentes sociedades,
A Sociologia Histórica – investiga as sociedades do passado e as origens dos processos sociais, a Sociologia da Comunicação – estuda a forma e meios de comunicação entre os seres humanos, etc.
No entanto, o aparecimento das sociologias especializadas não significa de maneira alguma uma divisão na Sociologia pois não se pode perder o sentido global desta ciência mas sim procurar recorrer às teorias gerais e aos métodos de pesquisa da Sociologia. Se isto não acontecesse podia haver uma dispersão caótica das várias dimensões sociais e isso só pode ser evitado de, mesmo com especializações a pesquisa seja feita de acordo com a interdisciplinaridade desta ciência.
____________________________________________
Exemplos de outras Sociologias Especializadas:
Sociologia Antropológica ou Antropossociologia. Estuda as correlações que existem entre o factor antropológico e as sociedades humanas.
Exemplo: influência dos grupos étnicos numa sociedade; os quistos étnico-culturais, consequências da mestiçagem em uma sociedade.

Sociologia do Direito. Estuda a inter-relação entre o Direito e os processos sociais. Considerando o Direito como um tipo de controle social formal, analisa a uniformização do comportamento dos componentes de uma sociedade. através das leis e regulamentos a eles impostos, e a adequação ou não das normas jurídicas em determinada sociedade.
Exemplo: investigação da possibilidade do divórcio ser factor de desagregação numa sociedade; repercussões sociais do estabelecimento da pena de morte.

Sociologia Económica. Estuda a organização de grupos humanos para a satisfação de necessidades materiais, a influência das relações económicas originadas dessa organização sobre as instituições sociais e o efeito contrário, isto é, a alteração de um facto económico por um fenómeno social.
Exemplo: consequências sociais das greves ou a influência das mesmas na deterioração da moeda; alteração da organização das empresas industriais no sentido da participação dos trabalhadores nos lucros da empresa - PIS (Plano de Integração Social).

Sociologia Política. Estuda a organização política dos diversos tipos de sociedade. as implicações sociais das várias espécies de movimentos políticos e de ideologias; origem. desenvolvimento e funções do Estado em seus aspectos teóricos e práticos de organização; as inter-relacções entre Estado e Direito, Política. Economia, com especial destaque as relações de dominação e subordinação. liberdade e coacção.
Exemplo: revoluções; falhas sociais que permitem a fraude eleitoral.

Sociologia da Família. Estuda a origem, evolução e função da instituição Família. suas distintas formas e as relações entre seus membros. nas diversas sociedades, no passado e no presente.
Exemplo: relações maritais; 0 princípio da legitimidade; tipos de sucessão.

Sociologia da Educação, Sociologia Educacional ou Sociologia Aplicada à Educação. Examina o campo, a estrutura e o funcionamento da escola como instituição social. e analisa os processos sociológicos envolvidos na instituição educacional.
Exemplo: problemas da educação rural e urbana; a escola como agente de socialização e de controle social.

Sociologia da Religião. Estuda a origem, desenvolvimento e formas da instituição Igreja, examinando as mudanças em sua estrutura e função.
Exemplos: a religião como forma de controle social; as mudanças sociais acarretadas pela Reforma Protestante e o Concílio de Trento; repercussões sociais da Encíclica Mater et Magistra.

Sociologia da Comunidade. Sociologia Rural e Sociologia Urbana. Estudam. Respectivamente, a organização, os problemas sociais das comunidades e a diferenciação do espaço sócio-ecológico; o modo de vida rural e a natureza das diferenças rurais e urbanas; as alterações sócio-culturais que ocorrem no contínuo rural-urbano. origem e evolução das cidades e o urbanismo como modo de vida: mudanças sócio·económico-culturais determinadas pela concentração de uma elevada população, de composição heterogénea. em limitada área geográfica.
Exemplos: vizinhança; resistências às mudanças no meio rural; a desumanização do homem na grande cidade.

Sociologia Demográfica e Ecologia Humana. Estudam. Respectivamente, a influência do factor demográfico (densidade da população, sua diminuição ou aumento na orqanização da sociedade e vice-versa; a distribuição espacial dos agrupamentos humanos. suas relações uns com os outros e factores determinantes de sua distribuição e relacionamento.
Exemplos: consequências sociais da diminuição da taxa de mortalidade; migrações; pólos de atracção para o estabelecimento de seres humanos e instituições em determinada área; influência, de âmbito regional, de determinados agrupamentos.

Sociologia do Desenvolvimento. Estuda 0 processo de desenvolvimento compreendido como uma configuração historicamente concreta de transformações nas sociedades humanas; preocupa-se com a análise das condições estruturais que precedem o desenvolvimento e nele influem de maneira fundamental; verifica as implicações do desenvolvimento, isto é, suas inter-relações, suas consequências e seus produtos.
Exemplos: Revolução Industrial e desenvolvimento; dependência. Subdesenvolvimento e marginalidade; desenvolvimento industrial e conflito de classes.

Sociologia Industrial e Sociologia do Trabalho. Referem-se ao estudo sistemático das relações sociais e a interacção entre indivíduos e grupos relacionados com a função económica da produção e distribuição de bens e serviços necessários à sociedade. Especificamente analisam o conteúdo dos papeis profissionais, as normas e expectativas a eles associada em diferentes organizações de trabalho.
Exemplos: a influência da indústria no sistema de estratificação; sindicatos e associações profissionais; a motivação para o trabalho; estudo do status profissional.

Sociologia da Burocracia e Sociologia Aplicada à Administração. São expressões mais ou menos equivalentes: ambas estudam os fenómenos que decorrem da estrutura das organizações enquanto sistemas especiais. A rigor, a expressão cientificamente mais adequada seria Sociologia das Organizações, corrente entre os autores franceses.
Exemplos: conflito de hierarquia; fenómenos decorrentes das disfunções internas (desajustamentos provocados pelos excessos da organização formal); análise da liderança na organização.

Sociologia do Lazer. Estuda os fenómenos decorrentes da redução do trabalho na sociedade industrial. o tecnicismo e a automação provocam uma ampliação do tempo livre, cuja utilização é o objecto de estudo desta área da Sociologia.
Exemplos: desvio de comportamento ocasionado pela má utilização do tempo livre; preferência dos adolescentes por determinado tipo de lazer.

Sociologia Hlstórica. Estuda as origens e o desenvolvimento de processos sociais e analisa sua influência na realidade social presente; investiga as sociedades do passado com a finalidade de encontrar as origens e obter explicações para as formas actuais de vida social.
Exemplos: evolução da família e sua transformação, passando de família extensa a nuclear; evolução das tradições; lendas e mitos através dos tempos.

Sociologia da Cultura, Sociologia do Conhecimento e Soclologia da Linguagem. Estudam, respectivamente, a influência da cultura de determinado grupo sobre as relações e inter-relações de seus componentes; a influência dos grupos sociais e suas particulares relações sobre o pensamento e o saber; as influências recíprocas entre linguagem e vida grupal.
Exemplos: influência da helenização na sociedade romana; a ascensão da burguesia e Iluminismo; a influência da organização sócio-política na adjectivação.

Sociologia da Arte. Estuda a relação fundamental entre a sociedade e a arte: de um lado, a influência da sociedade sobre os artistas e as obras de arte e, de outro, a Influência destes na sociedade.
Exemplos: as lutas religiosas e sua influência no barroco; a influência da arte aplicada à propaganda na política e na economia.

Sociologia da Comunicação. Preocupa-se com o estudo da comunicação entre seres humanos. com ou sem auxílio de meios mecânicos. Analisa os comportamentos sociais em face dos meios de comunicação. Um dos aspectos mais relevantes é o estudo da cultura de massa.
Exemplos: O papel dos meios de comunicação de massa na formação da opinião pública; as interferências provocadas pela Imprensa ou televisão numa campanha eleitoral.

Além das áreas mencionadas, existe uma série de outras, como: Sociologia dos Pequenos Grupos, Sociologia Biológica, Sociologia Médica, Sociologia Clínica, Sociologia Criminal, Sociologia Militar etc.

Lakatos, Eva Maria, Sociologia Geral, 6ª edição, revista e ampliada, São Paulo, Editora Atlas S.A. 1995.

Sem comentários:

Racismo.

Racismo - Trabalho realizado pela Ritinha - Rita Mendes - 12º 3.

Antonio Valdez Entrevista Edite Rosario.mp3

Dia do Professor

Parabéns António Valdez!

Parabéns António Valdez!
in: "Jornal da Região", de 9 a 15 de Outubro de 2007.

SOCIOLOGIA - Vídeos no youtube.